CIMVI Ambiental e EPAGRI realizam capacitação sobre piscicultura

Comitiva alemã conhece o projeto do Parque Girassol
8 de agosto de 2019
NOTA OFICIAL: Esclarecimento da AMMVI e CIMVI sobre o Projeto Recuperar
16 de agosto de 2019

Na manhã da última terça-feira, 06 de agosto, o setor ambiental do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí – CIMVI, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – EPAGRI, realizou uma capacitação sobre piscicultura, cultura muito praticada em todas as cidades consorciadas. Participaram do evento servidores públicos ligados a essa área dos municípios que compõe o CIMVI.

A capacitação foi realizada pelo Engenheiro de Aquicultura da Epagri Bruno Correa da Silva. Ele destacou que Santa Catarina é um estado forte na área da piscicultura principalmente por ter, dentro do estado, toda a cadeia produtiva do peixe bem estruturada, desde o criador, o produtor de insumos e equipamentos e empresas para o beneficiamento e comercialização do produto, além de associações e cooperativas de produtores.

Um dos pontos centrais da conversa foi, também, a discussão sobre quais os principais gargalos que necessitam ser resolvidos dentro da piscicultura catarinense para ela continuar evoluindo e, no primeiro tópico dessa lista, está o licenciamento ambiental. Somente com o empreendimento em dia com a legislação ambiental federal, estadual e municipal, o produtor poderá ter acesso a programas de crédito. Atrelado a isso, está a melhor organização da cadeia e da comercialização do produto, além do aumento da eficiência nessa produção, que vem através da profissionalização dos atores dessa cadeia. Tudo isso tem o objetivo principal de baixar o custo de produção.

Segundo a Associação Brasileira de Piscicultura, o estado de Santa Catarina é o quinto que mais produz peixe no Brasil, estando atrás de Mato Grosso, São Paulo, Rondônia e Paraná, que é o primeiro da lista. O nosso estado tem como carro chefe dessa produção a tilápia, que representou 74% das 44.700 toneladas de peixe produzidas no estado em 2017. A região dos municípios consorciados ao CIMVI aparece entre as maiores produtoras em Santa Catarina, onde o município de Massaranduba tem destaque especial.