CIMVI lança terceira etapa do Programa de Certificação dos Meios de Hospedagem

CIMVI reúne Prefeitos para traçar estratégias sobre o novo Marco Regulatório do Saneamento Básico
7 de maio de 2021
Encontro de Educação Ambiental das Bacias Hidrográficas dos rios Itajaí e Camboriú abre inscrições para Mostra Cientifica e Concurso Fotográfico
12 de maio de 2021

Aconteceu na última quinta-feira, dia 6 de maio, o lançamento da terceira etapa do Programa de Certificação dos Meios de Hospedagem do Vale Europeu Catarinense, elaborado pelo Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI). Prezando pela segurança de todos a ação ocorreu de forma online, reunindo representantes e participantes dos municípios de Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros e Timbó.

O lançamento foi realizado pela Gestora de Turismo do CIMVI, Arlete Regilene Scoz, e pela Consultora do Senac e Mestre em Turismo e Cultura, Fabiana Roeder, que também apresentou de forma online a palestra “Qualidade e Sustentabilidade nos Meios de Hospedagem”, abordando diversos cases da região, com foco na necessidade de inovação e humanização das ações turísticas.

“Foi um encontro muito rico, que gerou diversos insights. O Médio Vale do Itajaí é uma região riquíssima no setor do turismo e há diversas abordagens e estratégias e serem exploradas para fortalecer isso ainda mais. O lançamento desse programa garante aos meios de hospedagem daqui maior credibilidade, criando uma relação de confiança com turistas vindos de todos os lugares”, analisa Arlete.

Fabiana explica que o próximo passo será agendar uma reunião individual com cada empreendedor dos meios de hospedagem que aceitaram o convite em participar do programa. Nesse encontro será explicado o passo a passo dos critérios necessários para obter a Certificação. “Em conjunto com o CIMVI e Senac, estaremos auxiliando nos ajustes e adaptações de cada local. Queremos impulsionar nosso turismo tendo como base um trabalho transparente, eficiente e que promova a melhor experiência possível aos turistas”, diz.

Programa de Certificação dos Meios de Hospedagem do Vale Europeu Catarinense

O Programa de Certificação dos Meios de Hospedagem do Vale Europeu Catarinense surgiu em 2018, através de uma iniciativa do CIMVI. Durante dois anos, foi feito um levantamento identificando os principais problemas do setor turístico na região e, com base nesses dados, a empresa Raízes do Brasil foi contratada para desenvolver uma metodologia de soluções com foco na sustentabilidade e qualidade dos meios de hospedagem.

O Programa também está diretamente associado ao mercado de serviços e produtos turísticos, impulsionando a economia dos municípios, formando uma rede de negócios que garante uma concorrência honesta e transparente no ramo, com maior facilidade de acesso e orientação aos turistas.

Para que o município receba o Selo de Qualidade e Sustentabilidade nos Meios de Hospedagem e a Certificação dos Meios de Hospedagem do Vale Europeu Catarinense é preciso atender aos seguintes requisitos: Cadastro Ativo no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ); alvarás de licença de localização, funcionamento, sanitário e de Polícia (válidos); inscrição no CADASTUR atualizada; Certificado de Controle de Pragas válido; atestado ou protocolo de solicitação de vistoria do Corpo de Bombeiros.

Há três selos que podem ser recebidos: de Ouro (para quem cumpre até 80% dos requisitos); Prata (para quem cumpre entre 50 e 80% dos requisitos) e Bronze (para quem cumpre entre 30 e 50% dos requisitos).