Grupo “Costurando Cuidados” visita o Parque Girassol
26 de outubro de 2021
CIMVI recebe R$ 7 milhões para construção da CVR-2
29 de outubro de 2021

Uma equipe de filmagem da Uniasselvi esteve no Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI) e Parque Girassol nessa segunda-feira, dia 25, para captar registros e entrevistas que têm o intuito de simular uma verdadeira visita por todo o território do Parque Girassol, desde o momento em que os visitantes chegam até a ida ao Mirante do Urubu.

O professor Kleber Renan dos Santos coordenou as gravações, junto com sua equipe. “A ideia é que esse documentário sobre o CIMVI e o Parque Girassol seja compartilhado com os acadêmicos, na disciplina de Educação Ambiental. O trabalho realizado aqui no Consórcio é incrível e a gente quis levar isso até mais gente, compartilhar a importância da educação ambiental para a sustentabilidade e gestão de resíduos em prol do nosso futuro e qualidade de vida”, afirmou.

A missão da Educação Ambiental no CIMVI

O primeiro entrevistado foi o diretor executivo do CIMVI, Fernando Tomaselli, que falou sobre a história do Consórcio, os municípios consorciados (Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Botuverá, Doutor Pedrinho, Guabiruba, Ilhota, Indaial, Luiz Alves, Massaranduba, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó) e quais são os próximos passos e projetos.

Em seguida, a assessora de Educação Ambiental, Marileia Selonke, explanou sobre a Política Nacional da Educação Ambiental (PNEA) e como ela articula com a demais políticas ambientais, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e a Política de Meio Ambiente. Também destacou sobre a atuação conjunta com os Grupos Intersetoriais de Educação Ambiental (GIEAs) dos municípios consorciados e demais esferas.

A gestora do CIMVI Ambiental, Sandra Regina Batista, explicou o papel do Licenciamento Ambiental dentro desse contexto, que atua no acompanhamento e controle prévio de atividades que utilizem recursos naturais, considerando os potenciais riscos de poluição ou degradação ambiental, reforçando o papel da educação ambiental atrelado a todo esse processo.

Gestão de resíduos e triagem

A equipe da Uniasselvi também esteve na CVR-1, onde conversou com a secretária administrativa da APRI Cooperativa de Reciclagem, Camila Schulz. É ali que acontece o trabalho de triagem, onde os materiais recicláveis são separados dos demais para receberam o destino final correto, que promove a reutilização dessa matéria-prima de várias formas, diminuindo o impacto ambiental.

Mirante do Urubu

A última etapa da visitação e das gravações foi no Mirante do Urubu. Lá, Tomaselli apresentou tanto o trabalho realizado no Aterro quanto na Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), demonstrando o impacto ambiental causado pela separação e destinação incorreta dos resíduos.

“Muitos itens que acabam indo para o Aterro só estão lá porque não foram separados corretamente. São materiais recicláveis, que acabaram ficando contaminados por rejeitos ou material orgânico, e quando entendemos o impacto ambiental que essa desinformação causa que compreendemos quão importante é o papel da Educação Ambiental, trabalhando de forma coletiva na conscientização das pessoas, esclarecendo à população sobre qual é o o seu papel na preservação do meio ambiente e as consequências que o descarte incorreto gera para todos nós”, alertou Tomaselli.

Precisando de uma ajuda?
1