Comitiva da Grande Florianópolis visita o CIMVI

CIMVI certifica 19 estabelecimentos turísticos e gastronômicos do Vale Europeu
19 de maio de 2021
Roteiro de Cicloturismo do Vale Europeu é referência para o Brasil
25 de maio de 2021

Nesta semana uma comitiva da Associação de Municípios da Região de Grande Florianópolis (GRANFPOLIS) veio conhecer o trabalho realizado pelo Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI), buscando referências nas ações sustentáveis e boas práticas executadas na gestão de resíduos.

Na ocasião estiveram presentes o presidente do CIMVI e prefeito de Timbó, Jorge Kruger; o diretor Fernando Tomaselli e demais gestores do Cimvi; a presidente da GRANFPOLIS e prefeita de Rancho Queimado, Cleci Veronezi; o representante da Associação Comercial de Florianópolis (ACIF), Jaime Ziliotto; o presidente da Associação Catarinense de Engenheiros (ACE), Roberto de Oliveira; o coordenador Geral do Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (COMDES), Marius Bagnati; os prefeitos Omero Prim (Águas Mornas), Solange Back (Anitápolis), Geraldo Pauli (Antônio Carlos), Marcos Henrique da Silva (Governador Celso Ramos), Vitor Norberto Alves (Leoberto Leal), Laurino Peters (São Bonifácio), Charles da Cunha (São Pedro de Alcântara), Eloi Mariano Rocha (Tijucas), dentre outras autoridades.

A visitação que aconteceu na quarta-feira, dia 19 de maio, iniciou com uma palestra de apresentação do CIMVI, explicando sua trajetória nesses quase 22 anos e como, principalmente nos últimos cinco anos, as ações de sustentabilidade estão ganhando cada vez mais força entre os 15 municípios consorciados. “Ficamos muito felizes com essa visita e, mais ainda, em ver a forma como eles se interessaram e gostaram do trabalho que o CIMVI realiza. Mais do que seguir a Política Nacional de Resíduos Sólidos, aqui vamos além do tratamento adequado de resíduos, trabalhando na valorização dos mesmos. Através de parcerias, projetos e iniciativas estamos conseguindo, cada vez mais, reaproveitar os resíduos de uma forma eficiente, sendo um ativo econômico-ambiental”, afirma Fernando.

Conhecendo o Parque Girassol

Outros tópicos abordados na apresentação foram o CIMVI Ambiental, principalmente no que diz respeito ao licenciamento; o Parque Girassol, que teve como resultado de sua criação um novo olhar sobre o antigo Aterro Sanitário, valorizando a localidade e atraindo milhares de visitantes; o Programa Vale Muito – Maravilhas do Vale Europeu, que tem como foco trabalhar junto aos meios de hospedagem e outros empreendimentos ligados ao turismo buscando, através da coletividade, um trabalho sustentável e de valorização ambiental, que hoje tem sido um dos grandes diferenciais e atrativos do Vale Europeu; e o programa “Vale Muito Cuidar”, que atua na Coleta Seletiva buscando a conscientização e envolvimento de toda a comunidade nas boas práticas.

Para Cleci, a abordagem do CIMVI em relação ao Turismo trouxe muitas ideias e inspiração para aplicar na Grande Florianópolis. “Sabemos o quanto é importante, diria até mesmo essencial, trabalhar o turismo em nossa região. É assim que atraímos visitantes e conseguimos mostrar tudo o que nossos municípios tem a oferecer. Claro que, para isso, é preciso primeiro estruturar essas ações e projetos, por isso a visita até o CIMVI foi de grande valia, trazendo diversas ideias de boas práticas para todos nós”, disse.

Valorização e preservação do meio ambiente

A comitiva também pode conhecer de perto o trabalho realizado na Central de Valorização de Resíduos (CVR), entendendo melhor todo o processo para que os resíduos cheguem, como acontece a triagem e o destino final desse material.

Outro espaço que encantou os visitantes foi durante o passeio na Trilha do Tatu, dentro do Parque Girassol, que teve Marileia como guia, seguindo um roteiro montado que une aprendizado e real compreensão sobre todo o trabalho que acontece ali.

Ecoponto

O passeio finalizou com uma visita ao Ecoponto, um espaço destinado ao descarte de materiais recicláveis, eletrodomésticos, móveis e óleo de cozinha, que garante que o destino final desses itens, promovendo a conscientização da comunidade e preservando o meio ambiente.